Condição:
Tipo:
Marca:
Modelo:
Ano:
de
a
Pés:
de
a
Valor:
de
a
Região:
* Utilize somente os campos desejados.
NOTÍCIAS NÁUTICAS

Caballo Loco sai na frente na Classe C30 no Circuito Ilhabela de Vela Oceânica

Líder e atual campeão da Classe C30 na Copa Mitsubishi – Cirucito Ilhabela de Vela Oceânica, o Caballo Loco venceu duas das três regatas disputadas neste fim de semana (18 e 19/9) e manteve a liderança da competição que chega à 21ª edição consecutiva. Com uma vitória, o Kaikias Via Itália está em segundo lugar, com os mesmos sete pontos do Kairós. O Caballo Loco soma quatro pontos perdidos.

O fim de semana foi de ventos fracos, que oscilaram entre cinco e nove nós (cerca de 16 km/h), variando de sudeste a nordeste. Os barcos perderam velocidade, mas as tripulações tiveram de redobrar a atenção em busca de uma rajada que as impulsionasse. A competitividade, porém, principal característica da Classe C30, foi mantida.

"Foi um fim de semana de grande aprendizado. Os ventos fracos foram desafiadores e exigiram muita concentração para mantermos a velocidade do barco e 'enxergarmos' as rajadas e as rondadas, que estavam frequentes na raia. As disputas de domingo foram super animadas. Valeram o fim de semana", avaliou o comandante do Kairós, Alessandro Penido, duas vezes segundo colocado no domingo.

Para o comandante do Caballo Loco, Mauro Dottori, as regatas do segundo dia também foram as mais divertidas. "Com o vento variando de leste a nordeste, todos queimaram a largada da primeira regata. Depois, retornamos e largamos bem, deixando Kaikias e Kairós brigando atrás da gente. O Kairós ultrapassou o Kaikias e nós vencemos velejando bem".

"Na segunda prova, o vento virou para sudoeste e aumentou um pouco de intensidade. O Kairós montou a boia em primeiro, mas depois parou e nós ultrapassamos. Ele ficou com o nosso vento sujo. O Kaikias foi para cima do Kairós, mas não conseguiu alcançar", relatou Dottori. Os três barcos repetiram a ordem de chegada: Caballo Loco, Kaikias Via Itália e Kairós.

O retorno do papo de varanda 

Se as emoções mais fortes são vivenciadas na água, na adrenalina das disputas, os comentários na varanda do Yacht Club Ilhabela (YCI), embalados pela canoa de cerveja, são como uma extensão das regatas. "A volta da canoa de cerveja foi nota dez. Não interferiu na rotina dos associados e trouxe de volta a tradicional confraternização entre os velejadores", destacou Dottori, também diretor de Vela do YCI.

Em respeito aos protocolos sanitários, que seguem adotados pela organização do evento, a canoa de cerveja não era oferecida desde 2019. A segunda etapa da Copa Mitsubishi será concluída no próximo fim de semana (25 e 26/9), quando serão esperados 30 barcos, novamente. As demais classes em disputa terminaram o fim de semana com os seguintes líderes:  Espetáculo (HPE 25), Brazuca (RGS) e Xamã (ORC).


Fonte: Redação - Fotos: Divulgação

js