Condição:
Tipo:
Marca:
Modelo:
Ano:
de
a
Pés:
de
a
Valor:
de
a
Região:
* Utilize somente os campos desejados.
NOTÍCIAS NÁUTICAS

Frente fria acelera regatas e Kaikias vence duas vezes na Classe C30 em Ilhabela

Acabou o "verão" em Ilhabela. Nesta quarta (28), as tripulações trocaram o protetor solar por roupa de tempo. Após a temperatura atingir os 30°C segunda e terça feiras, a frente fria chegou nesta madruga e mudou o cenário em Ilhabela. Com chuva, vento sudoeste acima de 15 nós (mais de 30 km/h) e forte correnteza de três nós, os barcos da Classe C30 correram duas regatas rumo ao sul do Canal de São Sebastião.

Foram duas vitórias do Kaikias Via Itália, mas Katana Portobello (SC) lidera a C30 por apenas um ponto de vantagem sobre Kaikias após quatro regatas. O timoneiro do Kaikias, Beto de Jesus, enalteceu a chegada da frente fria. "Tivemos um dia perfeito. A tripulação trabalhou bem e estão todos de parabéns. O barco rendeu muito com o vento mais forte".

Para Beto, os ajustes na regulagem fizeram a diferença em favor do Kaikias. "Regulamos o barco com precisão e ainda definimos uma estratégia de regata que funcionou. Ganhamos porque erramos menos. Subimos na classificação e também estamos na briga pelo Campeonato Brasileiro. Sabemos que virão muitos desafios pela frente. Precisamos manter o foco até a última regata".

Com as duas vitórias do Kaikias Via Itália, Katana Portobello e Zeus Team se alternaram nas segunda e terceira posições, à frente do estreante Kairós e Caballo Loco, que teve problemas com o balão, vela utilizada no vento de popa. As regatas seguem até sábado (31), com o Campeonato Brasileiro, iniciado em janeiro, em Florianópolis, disputado paralelamente até sexta-feira.    

Técnico olímpico internacional

O Katana Portobello leva a bordo o talento do medalhista pan-americano Bruno Fontes, prata nos Jogos de Lima, em 2019 na Classe Laser. Responsável pela preparação da equipe olímpica chinesa de vela para os Jogos de Tóquio, o velejador paranaense é o tático do barco de Florianópolis, vencedor da Regata Toque-Toque e líder da Classe C30.  

"Esta é minha primeira Semana de Vela na Classe C30, já fazia uns sete anos que eu não vinha a Ilhabela. Estou bem contente, principalmente porque está saindo tudo certo, apesar de ser a primeira vez que essa tripulação se junta. Temos um proeiro local, de Ilhabela, e o nosso professor de boxe, de Florianópolis, que nunca havia velejado", considerou Fontes.

O atleta e técnico de vela demonstrou satisfação por competir em um barco de oceano. "Velejo sempre sozinho na Laser e agora percebo como é gostoso disputar regatas entre amigos. Fica bem mais divertido", observou Fontes que ainda comentou sobre a segunda regata. "Largamos bem e lideramos mais da metade da prova. O Caballo nos ultrapassou no final do segundo contravento. Deram um bordo e conseguiram chegar à boia na nossa frente".  O Katana chegou apenas cinco segundos após o vencedor.

O comandante do ganhador da terça-feira, Caballo Loco, Mauro Dottori, também analisou a regata disputada ao norte de Ilhabela. "O Portobello largou muito bem e pulou na frente, mas ficamos sempre próximos dele até conseguirmos a ultrapassagem. Demos o bordo atrás deles e montamos a boia na frente. Içamos a vela balão e sustentamos a dianteira até a linha de chegada, graças à nossa tripulação, que é muito bem entrosada".  

Pontuação da Classe C30 após 4 regatas        

1 – Katana Portobello (Cesar Gomes Neto): 1+2+3+2 = 8 pontos perdidos

2 – Kaikias Via Itália (Eduardo Mangabeira): 4+3+1+1 = 9 pp

3 – Zeus Team (Inácio Vandresen): 2+4+2+3 = 11 pp

4 – Caballo Loco (Mauro Dottori): 3+1+6+6 = 16 pp

5 – Kairós (Alessandro Penido): 5+5+4+4 = 18 pp


Fonte: Redação - Foto: Divulgação

js