Condição:
Tipo:
Marca:
Modelo:
Ano:
de
a
Pés:
de
a
Valor:
de
a
Região:
* Utilize somente os campos desejados.
NOTÍCIAS NÁUTICAS

Reformado, hangar do Yacht Club Paulista é referência náutica

Entre os clubes náuticos da Represa Guarapiranga, o Yacht Club Paulista (YCP) possui a mais eficiente estrutura para acolher embarcações. São três hangares com área total de 2.600 m² e capacidade para abrigar centenas de barcos. Nesta semana o clube inaugurou o piso em concreto intertravado, atendendo às necessidades de seus associados e esportistas em geral, principalmente velejadores. 

Além dos veleiros de mais de 20 classes, os hangares guardam lanchas, barcos a remo, canoas, caiaques, pranchas de sup e até esquis. O menor dos três é exclusivo para a classe Optimist. "Uma das vantagens de nossos hangares é serem muito altos. Meu barco tem 26 pés, um mastro de 14 metros e consigo guardá-lo tranquilamente, condição única na represa", atesta o diretor de Hangar do YCP, Paulo Sampaio, velejador da classe Mini Oceano. 

"Nosso piso de concreto tradicional estava com mais de 30 anos, mas apesar do custo elevado da obra, precisávamos fazer esse esforço e renovar. Utilizamos o concreto intertravado para nos adequarmos às normas da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). Em caso de manutenção há o benefício de não deixar remendos aparentes", justifica Sampaio. 

O medalhista olímpico e tetracampeão mundial de Star, Bruno Prada, diretor de Relações Institucionais do YCP, comemora o fim da obra. "O clube sempre foi muito charmoso e pela estrutura de hangar que possui merecia a reforma". Bruno lembra ainda que a filha Giovanna, de 15 anos, velejadora da classe Bic, será uma das associadas do YCP contempladas pelo novo piso. 

Barcos deslizando na terra e na água - A vice-comodoro Paola Prada Lorenzi, idealizadora do Snipe Divas, grupo feminino que adicionou um toque a mais de classe às regatas do YCP, agradece pelo apoio recebido no próprio clube. "Estou orgulhosa com o comprometimento dos associados, o que nos permitiu cumprir as metas em relação à vela. A reforma do hangar foi viabilizada graças àqueles que acreditaram em nossa empreitada. Agradeço também a todos que nos prestigiaram na inauguração do piso. Poderemos levar o barco para a água sem passar por um desnível sequer". 

Para o diretor de Vela, Alberto Hackerott, com o piso dos hangares reformado o YCP adquire ainda mais excelência na organização de competições. "O pessoal de fora sempre se sentiu em casa no clube. Agora, além da simpatia no acolhimento, ofereceremos também mais conforto e praticidade". O comodoro José Francisco Roxo resume o sentimento de uma história de 80 anos de dedicação ao esporte em todos os níveis. "Se a náutica é o coração do clube, esse piso é nossa veia!"


Fonte: Redação - Fotos: Divulgação

js