Condição:
Tipo:
Marca:
Modelo:
Ano:
de
a
Pés:
de
a
Valor:
de
a
Região:
* Utilize somente os campos desejados.
NOTÍCIAS NÁUTICAS

Start-up brasileira lança primeiro sistema híbrido de propulsão para barcos de 25 a 40 pés

A preocupação com o meio ambiente e com o aquecimento global fez com que o mercado automobilístico seguisse por outro rumo e os carros elétricos já são uma realidade na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), até 2035, 60% dos veículos vendidos no país serão elétricos. O mercado náutico segue esta tendência e uma solução inédita para tornar as embarcações menos poluentes será lançada pela start-up brasileira Hybdor Tech que integra a Espadarte Group, empresa especializada em desenvolvimento de tecnologia e soluções para barcos. 

O desenvolvimento do Hybdor, motor plug-in com tecnologia inédita e sustentável, contou com a participação de grandes players do mercado nacional e internacional como a Techsolution e a WEG.  O novo sistema híbrido permite 4 modos de utilização: 100% elétrico, 100% a combustão, boost elétrico+ combustão e modo gerador. Todos eles garantem maior leveza, confiabilidade, segurança e conforto durante a navegação. “O sistema tem autonomia de até 1 hora ou aproximadamente 16 km sem a utilização de combustível e conta com a tecnologia Scan-in, que é capaz de escanear o sistema em minutos e, assim, identificar possíveis falhas. Se forem de softwares, o próprio sistema já faz a reparação. Se as falhas forem de peças, é possível contar com a assistência técnica oferecida pelas empresas parceiras. A confiabilidade de um sistema elétrico é muito superior a um motor a combustão. Torna o barco muito mais seguro, eficiente, confortável e sustentável, além de aumentar o desempenho da embarcação”, afirma Tiago Mance, CEO da Espadarte Group.

A nova propulsão tem como objetivo aliar eficiência, conforto e sustentabilidade. “Temos orgulho do nosso  lançamento no mercado náutico brasileiro. Além de melhorar a performance e autonomia dos barcos, a tecnologia promete diminuir a necessidade de manutenções, ruídos e poluentes”, explica o idealizador do Internacional Bombarco Show e especialista em mercado náutico Marcio Ishihara.


Fonte: Redação

js